quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

sábado, 26 de dezembro de 2009

MOMENTO INTERIOR .......!!!



Amostra sem valor

Eu sei que o meu desespero não interessa a ninguém.
Cada um tem o seu, pessoal e intransmissível:
com ele se entretém
e se julga intangível.

Eu sei que a Humanidade é mais gente do que eu,
sei que o Mundo é maior do que o bairro onde habito,
que o respirar de um só, mesmo que seja o meu,
não pesa num total que tende para infinito.

Eu sei que as dimensões impiedosos da Vida
ignoram todo o homem, dissolvem-no, e, contudo,
nesta insignificância, gratuita e desvalida,
Universo sou eu, com nebulosas e tudo.
(António Gedeão)

quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

O MENINO JESUS !


Ainda acreditava no menino Jesus, ou pelo menos queria acreditar, quando da sua descida pela chaminé , como era alentejana e eram muito largas as prendas que ele trouxesse,cabiam perfeitamente.
Só que o menino não foi generoso para as minhas ambições pessoais, queria um triciclo no sapatinho e sempre se esqueceu do meu pedido....!
Eu inocentemente , lá punha no lar junto ao grande madeiro de Natal os meus sapatos que de facto achava que eram pequenos para as prendas que iria receber , o que me deixava confuso .....
Pela manhã levantava-me com uma curiosidade atroz ,corria para a lareira e num misto de alegria e frustração lá tinha no sapatinho uns bombonzinhos de chocolate e um pai natal.
E os sapatinhos eram muito maiores que as prendas que recebia, afinal pensava que de onde vinha o menino Jesus não havia triciclos ...
Convencido, desculpava O menino ,ELE sabia o que eu precisava ....!!
Sempre quis acreditar no Menino.... acreditando !
Como nos dias de hoje ninguém acredita , exige-se e exibe-se com vaidade do poderio do consumismo .
Oh Menino , vai dar uma curva ..... já ninguém acredita em TI , pelo menos enquanto o materialismo estiver na moda .
Como já não tenho lareira alentejana,continuo a pôr os meus sapatos na marquise para que O menino me dê a prenda ..... Ele achará o que mais preciso!

terça-feira, 22 de dezembro de 2009

NATAL PERSONALIZADO !





Quando um Homem quiser


De: Ary dos Santos


Tu que dormes à noite na calçada do relento
Numa cama de chuva com lençóis feitos de vento
Tu que tens o Natal da solidão, do sofrimento
És meu irmão amigo
És meu irmão

E tu que dormes só no pesadelo do ciúme
Numa cama de raiva com lençóis feitos de lume
E sofres o Natal da solidão sem um queixume
És meu irmão amigo
És meu irmão

Natal é em Dezembro
Mas em Maio pode ser
Natal é em Setembro
É quando um homem quiser
Natal é quando nasce uma vida a amanhecer
Natal é sempre o fruto que há no ventre da Mulher

Tu que inventas ternura e brinquedos para dar
Tu que inventas bonecas e comboios de luar
E mentes ao teu filho por não os poderes comprar
És meu irmão amigo
És meu irmão

E tu que vês na montra a tua fome que eu não sei
Fatias de tristeza em cada alegre bolo-rei
Pões um sabor amargo em cada doce que eu comprei
És meu irmão amigo
És meu irmão

Natal é em Dezembro
Mas em Maio pode ser
Natal é em Setembro
É quando um homem quiser
Natal é quando nasce uma vida a amanhecer
Natal é sempre o fruto que há no ventre da Mulher

domingo, 20 de dezembro de 2009

É NATAL !!!!


O natal é quando o Homem quer..... frase esbatida !
Mas vamos lá a não ser desmancha-prazeres e desejar a todos o que passam por aqui um bom e feliz Natal.Assim como o Ano cheio de coisas boas ...!
Sou O Pai Natal trago as renas alentejanas e o saco cheio de moengas !!!

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

É...........!!!!


Não

Não, não é cansaço...
É uma quantidade de desilusão
Que se me entranha na espécie de pensar,
E um domingo às avessas
Do sentimento,
Um feriado passado no abismo...
Não, cansaço não é...
É eu estar existindo
E também o mundo,
Com tudo aquilo que contém,
Como tudo aquilo que nele se desdobra
E afinal é a mesma coisa variada em cópias iguais.

Não. Cansaço por quê?
É uma sensação abstrata
Da vida concreta -
Qualquer coisa como um grito
Por dar,
Qualquer coisa como uma angústia
Por sofrer,
Ou por sofrer completamente,
Ou por sofrer como...
Sim, ou por sofrer como...
Isso mesmo, como...

Como quê?...
Se soubesse, não haveria em mim este falso cansaço.

(Ai, cegos que cantam na rua,
Que formidável realejo
Que é a guitarra de um, e a viola do outro, e a voz dela!)

Porque oiço, vejo.
Confesso: é cansaço!...




Álvaro de Campos

sábado, 5 de dezembro de 2009

UM PASSEIO AO CAMPO..........!


Oito da manhã está a formar,equipados de G3 ,arreio ,burnal , cantil e capacete, lá vamos nós para mais uma passeata em plena primavera , estava um dia frio e de uma chuva miudinha que nos trespassava os ossos .
Passada a manhã com instrução e uns tiros para aquecer o cano de espingarda, almoçamos de pé numas marmitas de alumínio já todas amolgadas,foi um autentico manjar de deuses.
Bem comidos ,seria ... !? e molhados, todo o santo dia choveu, mas faltava-nos a maior surpresa para a tarde.
Formar patrulhas de 7 elementos caminhamos durante meia-hora e por nosso espanto ,enfiaram-nos num regato com muitas ervas e agua que nos dava pela cintura,
estávamos no famoso vale da merda , passagem obrigatória para cadetes e instruendos da EPC de Santarém.
Acção psicológica exercida sobres estes jovens , era destinada a preparação para a guerra em África, cabos vassoura com luvas de boxe ,para dar com eles na nossa cabeça, rajadas de fogo real por cima de nós, ambulâncias de sirenes ligadas e comunicando.nos que lá vai mais um...... etc .
O ponto positivo corria mais agua que esgotos .
Chegados ao quartel , o duche foi vestidos para limpar a farda e depois envia-la para o lixo o nosso prémio era licença de fim de semana .....
A galope a galope ..... era assim a cavalaria , já mesmo depois de 25de Abril de 1974
Como é meu hábito digo , posto isto tudo valeu a pena...... a capacidade do ser humano é muito grande,de certeza que há para aí certo meninos que se borravam todos em certas circunstâncias , mas goela não lhes falta.
O instruendo do CSM .Piteira

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

UM ENTARDECER SOMBRIO !


Casa de Irene, clube dos Furriéis em 11/06/75 pelas 18 horas , vestidos à civil e com alegria da juventude eram horas de jantar na cidade e ir ao cinema.
Saurimo ainda não tinha sido fustigada pelas querelas do ML , mas já se esperava que viesse a acontecer .
Um tiro de revolver soou , era ao atear do rastilho , e durante 24 horas ,debateu-se sobre a cidade o egoísmo do homens e a total irracionalidade.
Zé piteira, Santiago ,Reia e outros a primeira reacção foi de correr para debaixo das camas, mas para quê , que fossemos atingidos por fogo colateral nada nos valia a nossa protecção.
Acertar estratégias e fardar e esperamos que nos viessem buscar do Quartel, disparar nunca, senão éramos arrasados. Medo e receio era que nós sentíamos, resta-nos os nossos companheiros que nos foram buscar quando a situação era mais calma , mas já no 12/06/75 pela tarde .
Mais um trilho da memória !
http://saurimo.blogspot.com/

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

UMA PINGA BEM FRESQUINHA.........!!!


Ti jaquim, quero uma pinga bem fresquinha ..... já vai , daquilo que conhecia desta personagem ficava sempre fascinado pela sua maneira de ser.
Caminhava directo ao poço e tirava um garrafão de vinho,bem lá do fundo ,"enforcado" pelo gargalo e era só encher uma garrafa ou um jarro de vidro para repartir pelos sequiosos clientes que sentiam no palato a pinga, tinto ou branco, de uma frescura de um poço de 10 metros.
Mais própriamente falo do Meu avô Parrula , que tinha a sua " venda" e a forma que tinha de refrescar as bebidas era o poço no quintal.
O ti Jaquim quando põe os garrafões destápa-los para entrar água , ficam sempre cheios, era piada dos clientes...
Tempos em que o frigorífico ainda dava os primeiros passos, e não traria alguma viabilidade. pelos menos assim se pensava, já que as bebidas eram refrescadas sem gastar energia.
Já os refrigerantes ,pirolitos, gasosas , laranjadas e cervejas eram metidas dentro de um caldeiro puxados por uma roldana à força de braços.
Se o verão no Alentejo é quente.. ! nada melhor que uma bebida bem fresquinha ao natural .
Sousel e as suas gentes anos 50/60 .

terça-feira, 24 de novembro de 2009

SERÔES ALENTEJANOS


Está frio , tinha chegado da brincadeira,não perguntava onde estavam todos ,eu sabia e era para lá que me dirigia.
ò Mãe então o jantar , na sua voz calma e serena dizia tem paciência meu filho que o jantar está ao lume.
A mesa já estava posta em volta, naquela chaminé alentejana estavam todos olhando uma tejéla de fogo , colocada numa trempe a apurar a refeição.
No lar o madeiro , que alimentava aquela lareira ,pretexto para juntar a família em seu redor, onde não faltavam 3 friorentos gatos .
Retirada a tejéla de fogo , que era de barro e posta no meio da mesa , fervia por mais uns bons minutos ,assim toda a refeição era comida sempre quentinha e com um odor e gosto do mais exigente paladar .
Chegava-se mais ao lume uma chocolateira também de barro para que o famoso cafézínho fosse feito " café ferrado," para quem não sabe levava com uma brasa no interior para baixar todas as borras.
Toda este ritual do acender da lareira ,do cozinhar , da reunião da família de alegria dos gatos que assim que ouviam um crepitar da lenha na sua combustão corriam a reclamar os seus lugares junto ao quentinho.
Serões alentejanos na sua plenitude .

domingo, 22 de novembro de 2009

É POR ISTO.....!!!!




E por isto que eu penso:
No que foi,no que poderia ter sido e no que poderá ser !

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

ASSIM PENSO !



Escrever a história é um modo de nos livrarmos do passado
Goethe, Johann
fonte:citador

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

RESPEITAR A DIFERENÇA !




" Quando a gente pensa que sabe todas as respostas, vem a vida e muda todas as perguntas... "


Um sujeito estava a colocar flores no túmulo de um parente, quando vê um chinês a colocar um prato de arroz na Lápide ao lado.

Ele vira-se para o chinês e pergunta:

- Desculpe, mas o senhor acha mesmo que o seu defunto virá comer o arroz?

E o chinês responde:

- Sim, e geralmente vem à mesma hora que o seu vem cheirar as flores!!!

"RESPEITAR AS OPÇÕES DO OUTRO, EM QUALQUER ASPECTO, É UMA DAS MAIORES
VIRTUDES QUE UM SER HUMANO PODE TER. AS PESSOAS SÃO DIFERENTES, AGEM
DIFERENTE E PENSAM DIFERENTE".

fonte:aserra

TABERNAS. "VENDAS" E TASCAS


Com tendência a desaparecer, algumas ainda escapam nos mais recônditos lugares deste Portugal, mais na ruralidade onde se vão mantendo uma tradição do copo e da tapa.
Adolescentes,em que o tédio se apoderava de nós nada melhor que dar a volta a vila a visitar as "vendas" para um copo e uma tapa .
Começando e pelo principio, claro a " venda" do Parrula na avª calça e Pina, os petiscos mais básicos eram o toucinho, chouriço , farinheira , azeitonas queijo , os mais elaborados só de encomenda.
Na avenida 25 de Abril situava-se a "venda" do Edmundo Penado, com retiro para os mais discretos , baseando o menu na carne de porco, carapau frito ,conservas, como abria cedo era o "mata-bicho" de alguns com um copinho de aguardente e uma língua de gato.
No largo do Coval , era o "Capa-Rolas" ,mais a jeito de adega , mas com um menu variado baseado na gastronomia alentejana.
A " venda" do José Maluco era mais acima , esse só nos dava conservas, um misto de tasca e café já com televisão onde eu vi o mundial 66 o Portugal-Coreia, 5-3 , estão recordados .
No parreiral a "venda" do Corneta , caça e pesca eram os " petiscos" imensas foram as vezes que a nosso "grupo" comeu perdizes, lebres, coelhos ,assim como achigã ,carpas e barbo.
No bairro Bartolomeu o Francácio, sapateiro e dos bons tinha também " venda", mas para os fins de tarde e fim de semana.
No parreiral a "venda" do Zé Cabeças, mesmo colada a Igreja do Mártir Santo que na altura estava em ruínas , podia se petiscar a cabeça de porco , a orelha , o focinho de porco ,cozidos, havia também o célebre migos ,carne migada com pimentão já pronta para o chóriço.
O vinho tinto era o acompanhante de " honra" destas patuscadas.
Sousel e suas gentes,anos 60/70 do século passado.
Foto:jrsimas
Fonte:memória

sábado, 7 de novembro de 2009

ALENTEJANAS E AMOROSAS !


Em pleno Alentejo, numa tasca entra um jovem alentejano e diz:

Um copinho de aguardenti
Dois copinhos de aguardenti
As meninas desta terra
Põe a gente quenti!

Logo o pai de uma das meninas responde:

Um copinho de licori
Dois copinhos de licori
Levas c'um banco nos cornos
Passa-te ja o calori

Quem vê o trigo a crescer
tâ devagar, o magano,
inda é capaz de dezer
deve ser alentejano!

Na várzea vi o Perneta
cuidado nã se debruce
nã vi a tua caneta
e tamém nã ta truce!!!

Se me tão a chatear
com a vossa lenga-lenga
tão aqui tão a levar
porra! Tal tá a moenga

Os tempos tão tã mudados
faz-se tudo com tractor
já nâ se veêm cajados
nem sequer se faz amor!

A cachopa é vaidosa
anda c' a guadelha ruça
ou dêxa de ser teimosa
ou, então, leva na fuça!


A seguir vou almoçar
mastigo umas carcaças
saio para trabalhar
tá um calor do caraças!


Gostar de trabalhar
ainda nã há manêra
portanto, vou-me dêtar
debaxo da azinhêra!



fonte: alembradura de um cumpadri ma mandou nesta coisa do e emel ó coisa que valha !

AÇORES



Por curiosidade,estes paineis de azulejos foram feitos e fabricados no ano de 1965 na Fábrica de loiças de Sacavém e colocados no ISCAL.

domingo, 1 de novembro de 2009

"AQUI VENCEREI "


Desde muito miúdo ouvia a palavra "vencerei", próximo ou à entrada dos Coitos,isto é onde começam as courelas dos agricultores desta vila.
Ali joguei à bola, ali passava para apanhar o comboio e ou a automotora para Estremoz nos tempos de estudante e para Santarém para ir para a "guerra" mais própriamente para a Escola Prática de Cavalaria.
Senhora da Orada, santa da minha devoção ,onde se orou uma missa pelos mancebos de 1973, acompanhava-me uma pagela desta santa oferecida pela minha mãe neste mesmo ano.
Senhora da Orada tem a sua história, Não só dos fiéis mas também conhecida nesta região e na História de Portugal.Situada na região Vencerei assim conhecida pelo povo desta terra, foi aqui que o Condestável.D.Nuno Álvares Pereira vindo de Estremoz, onde formou exército ( mais uma vez alentejanos em acção). De passagem para e a caminho dos Atoleiros,que fica a uma dúzia de quílometros ,rezou pedindo à Virgem,coragem para ganhar a batalha "Aqui Vencerei" cognominado para sempre esta região.Julgando encontrar Castelhanos , mas foi mais adiante nos Atoleiros,próximo de Fronteira onde venceu a 6 de Abril de 1384,afugentando com esta batalha aqueles que queriam dominar este país.
Onde vais?
Vou ao Vencerei, assim ficou para sempre ... a este povo

MAS AINDA RESTAM ALGUNS........!





Tudo quanto Sonhei se Foi Perdido

O que sonhei e antes de vivido
Era perfeito e lúcido e divino,
Tudo quanto sonhei se foi perdido
Nas ondas caprichosas do destino.

Que os fados em mim mesmo depuseram
Razões de ser e de não ser, contrárias,
Nas emoções que, dentro em mim, cresceram
Tumultuosas, carinhosas, várias.

Naqueles seres que fui dentro de um ser,
Que viveram de mais para eu viver
A minha vida luminosa e calma,

Se desdobraram gestos de menino
E rudes arremedos de assassino.
Foram almas de mais numa só alma.

Francisco Bugalho, in "Dispersos e Inéditos"

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

SERÁ UMA SOLUÇÃO!!???




Solução Para A Crise Econômica

Mês de Agosto, às margens do Mar Negro. Chovia muito e o vilarejo estava totalmente abandonado. Eram tempos muito difíceis e todos tinham dívidas e viviam de empréstimos.
De repente, chega ao vilarejo um turista muito rico. Entra no único hotel do vilarejo, coloca sobre o balcão uma nota de 100 euros e sobe as escadas para escolher um quarto.
O dono do hotel pega os 100 euros e corre para pagar sua dívida com o açougueiro.
O açougueiro pega o dinheiro e corre para pagar o criador de gado.
O criador pega o dinheiro e corre para pagar a prostituta do vilarejo, que por conta da crise, trabalhou fiado.
A prostituta corre para o hotel e paga o dono pelo quarto que alugou para atender seus clientes.
Nesse instante, o turista desce as escadas após examinar os quartos, pega o dinheiro de volta, diz que não gostou de nenhum dos quartos e abandona o vilarejo.
Ninguém lucrou absolutamente nada, mas toda a aldeia vive hoje sem dívidas e otimista por um futuro melhor....
Está ao vosso critério.
fonte elizabete




|

domingo, 25 de outubro de 2009

UMA DE ALENTEJANO... Só podia!!


Ontem à noite fiz amor com a minha mulher quatro vezes seguidas - disse o algarvio - e de manhã, ela fez um delicioso crepe e disse que me amava muito.
Ah, ontem à noite fiz amor com a minha seis vezes - resposta do lisboeta - e de manhã, ela fez uma deliciosa omeleta e disse que eu era o homem da vida dela.
Como o alentejano ficou calado, o algarvio perguntou:
Quantas vezes é que fez amor com a sua mulher ontem à noite?
Uma - respondeu o alentejano.
Só uma?! - exclamou o lisboeta
E de manhã, o que é que ela disse?

Nã pares!!!!!!!

POSSÍVEIS FRASES HISTÓRICAS !




Minha esposa sempre quis ter um bom físico
(Albert Einstein)

Nunca pude estudar Direito
(O corcunda de Notre Dame)
Sempre quis ser o primeiro
(João Paulo ll)
O automóvel nunca substituirá o cavalo
(A égua)
Disseram-me para jogar junto à linha branca
(Diego Maradona)
Tenho um nó na garganta
(Tiradentes)
Gosto da humanidade
(Canibal)
Chega de humor negro
(Ku Klux Klan)
És a única mulher da minha vida
(Adão)
Levantarei os caídos e oprimirei os grandes
(Sutiã)
O evento foi um verdadeiro estouro
(Bin Laden)


foto:Flávio

terça-feira, 20 de outubro de 2009

CEIFEIRA DO ALENTEJO


Ceifeira,ceifeira!...Quem me dera ser camponês
Ceifar as flores do prado, caminhar p,lo campo fora.
Alcançar-te mais na corrida,viver a vida outra vez
Cantar cantigas de amor,ter a idade que tens agora.

Olhar os teus olhos,ter-te sempre muito perto de mim
Repartir o pão,o trabalho,comer no mesmo prato contigo.
Abraçar-te,olhar as flores.o campo sem ter fim
Dar findo,olhar o sol.juntar o molho ceifando o trigo.

A tua graça, a frescura.os verdes anos que ela tem
Na sombra do seu chapéu ,p`lo sol que já lá vem
Com vaidade no seu valor,ostentando a sua beleza

De trajes garridos, tudo em ti muita graça tem
As papoilas, o campo.o sol ajuda a queimar também
Ali perto,sem saber alguém te quer merecer, ceifeira ....

domingo, 18 de outubro de 2009

SOUSEL, O REGRESSO DAS OLIVEIRAS


Eis a minha razão, lendo eu uma informação no portal da Câmara Municipal de Sousel que estava aberto o concurso para arranjos a embelezamento da Praça da Republica ,pergunto ?
Se a calçada à portuguesa volta a ser instalada , se balcão ficará na mesma dimensão e tiram as "latas" da praça.
Quanto ao embelezamento retornem a identificação de um concelho rural como plantar as oliveiras ou então comprá-las já feitas, não às laranjeiras já agora também não as palmeiras podia-se criar a tentação de mau gosto .
Pelo projecto não consigo delinear a intervenção, que compara o presente com o futuro, concordo com a prosa.
Estou só a perguntar!!!!???
fonte: memória descritiva

sábado, 17 de outubro de 2009

TAMBÉM TIVE UM SALAZAGALHÃES....!





...e se era apanhado a limpar o "écran" com a manga da camisola, levava um "calduço".

...e se me queixasse em casa de que a professora me tinha dado umas reguadas (raramente o fazia e apenas se merecidas) ainda levava mais.

... e as escolas tinham um aspecto limpo (que ajudávamos a manter aos sábados de manhã - não era considerado trabalho infantil) não tinham grades nem sequer muros altos, e tinham uns canteiros de flores a que retirávamos as ervas daninhas uma vez por outra, sob orientação do/da prof. também aos sábados de manhã. Chamavam-se actividades circum-escolares....

...e não havia processos de alunos e/ou pais contra prof's que eram muito respeitados, por ajudarem a educar os filhos.
fonte:aserra

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

FOI MELHOR ......!???



Lago do Gadanha ESTREMOZ



Nasceste antes de 1989?

Então lê isto...
Se não...lê na mesma.

Nascidos antes de 1989.



De acordo com os reguladores e burocratas de hoje,
todos nós que nascemos nos anos 60, 70 e 80, não devíamos ter
sobrevivido até hoje, porque as nossas caminhas de bebé eram pintadas com
cores bonitas, em tinta à base de chumbo que nós muitas vezes lambíamos e
mordíamos.
Não tínhamos frascos de medicamentos com tampas 'à prova de crianças', ou
fechos nos armários e podíamos brincar com as panelas.

Quando andávamos de bicicleta, não usávamos capacetes.
Quando éramos pequenos viajávamos em carros sem cintos e airbags, viajar á
frente era um bónus.
Bebíamos água da mangueira do jardim e não da garrafa e sabia bem.
Comíamos batatas fritas, pão com manteiga e bebíamos gasosa com açúcar, mas
nunca engordávamos porque estávamos sempre a brincar lá fora.
Partilhávamos garrafas e copos com os amigos e nunca morremos disso.
Passávamos horas a fazer carrinhos de rolamentos depois andávamos a grande
velocidade pelo monte abaixo, para só depois nos lembrarmos que esquecemos
de montar uns travões. Depois de acabarmos num silvado aprendíamos.
Saíamos de casa de manhã e brincávamos o dia todo, desde que estivéssemos em
casa antes de escurecer.
Estávamos incontactáveis e ninguém se importava com isso.
Não tínhamos PlayStation, X Box.
Nada de 40 canais de televisão, filmes de vídeo, home cinema, telemóveis,
computadores, DVD, Chat na Internet.


Tínhamos amigos - se os quiséssemos encontrar íamos á rua.
Jogávamos ao elástico e à barra e a bola até doía!
Caíamos das árvores, cortávamo-nos, e até partíamos ossos mas sempre sem
processos em tribunal.


Havia lutas com punhos mas sem sermos processados. Batíamos ás portas de
vizinhos e fugíamos e tínhamos mesmo medo de sermos apanhados.
Íamos a pé para casa dos amigos.
Acreditem ou não íamos a pé para a escola;
Não esperávamos que a mamã ou o papá nos levassem.
Criávamos jogos com paus e bolas.
Se infringíssemos a lei era impensável os nossos pais nos safarem. Eles
estavam do lado da lei.
Esta geração produziu os melhores inventores e desenrascados de sempre.


Os últimos 50 anos têm sido uma explosão de inovação e ideias novas.
Tínhamos liberdade, fracasso, sucesso e responsabilidade e aprendemos a
lidar com tudo.
És um deles?
Parabéns!

Passa esta mensagem a outros que tiveram a sorte de crescer como verdadeiras
crianças, antes dos advogados e governos regularem as nossas vidas, 'para
nosso bem'.
Para todos os outros que não têm idade suficiente pensei que gostassem de
ler acerca de nós.
Isto, meus amigos é surpreendentemente medonho... E talvez ponha um sorriso
nos vossos lábios.
A maioria dos estudantes que estão hoje nas universidades nasceu em 1989.
Chamam-se jovens.
Nunca ouviram 'we are the world' e uptown girl conhecem de westlife e não de
Billy Joel.


Nunca ouviram falar de Rick Astley, Banarama ou Belinda Carlisle.
Para eles sempre houve uma Alemanha e um Vietname.
A SIDA sempre existiu.
Os CD's sempre existiram.
O Michael Jackson sempre foi branco.


Para eles o John Travolta sempre foi redondo e não conseguem imaginar que
aquele gordo fosse um dia um deus da dança.
Acreditam que Missão impossível e Anjos de Charlie são filmes do ano
passado.
Não conseguem imaginar a vida sem computadores.


Não acreditam que houve televisão a preto e branco.

Agora vamos ver se estamos a ficar velhos:
1. Entendes o que está escrito acima e sorris.
2. Precisas de dormir mais depois de uma noitada.
3. Os teus amigos estão casados ou a casar.
4. Surpreende-te ver crianças tão á vontade com computadores.
5. Abanas a cabeça ao ver adolescentes com telemóveis.
6. Lembras-te da Gabriela (a primeira vez).
7. Encontras amigos e falas dos bons velhos tempos.



SIM ESTÁS A FICAR VELHO heheheh, mas tivemos uma infância do caraças!!

fonte:firmino

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

sábado, 19 de setembro de 2009

terça-feira, 15 de setembro de 2009

FEIRA EM SOUSEL



A maior do País em gado , a mais vibrante para a juventude , a que tinha mais ciganos que qualquer outra , onde apareciam 3 circos O Cardinal .o Equestre o Popular, mas foi há 40 anos ou mais .Outros tempos outras formas.

domingo, 13 de setembro de 2009

sábado, 12 de setembro de 2009

LEMBRAR PARA NÃO ESQUECER


Nada mais apropriado nesta altura de convulsões politicas que relembrar o que nos fez estar por aqui em liberdade.
Temos a liberdade de escolher quem queremos lá , temos a liberdade de lhes dar um pontapé no cu de quem não quisermos.
Para isso vamos por o papelinho na urna , para que a nossa vontade seja a nossa arma , já que somos um país de gente que se acomoda ao eu estou bem os outros que se lixem.
Votemos então ,pensemos no futuro , mas em grande não de forma raquítica . para não sermos responsabilizados por não fazermos, deixemos um futuro e não um passado.
Debatem-se as ideias nas tvs , adoro a procura de argumentos de cada partido, não há inovação,apontam-se erros mas não soluções, escondem-se as cartas nas mangas, para futuras surpresas, porque o que vier não durará muito.
Vamos lá então a mais uma jornada......
A razão deste painel é: pintado pelos alunos da C+S Quinta da Lomba no qual um dos meus filhos foi aluno.

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

"PARAVA A GUERRA"


Excerto de uma entrevista de António Lobo Antunes (ALA) à revista Visão onde, às tantas, se evoca a "guerra do Ultramar", em Angola, em que o ilustre Autor tomou parte. Não é em vão que este senhor é justamente considerado um dos maiores escritores portugueses vivos. [...]

V: Ainda sonha com a guerra?

ALA: (...) Apesar de tudo, penso que guardávamos uma parte sã que nos permitia continuar a funcionar. Os que não conseguiam são aqueles que, agora, aparecem nas consultas. Ao mesmo tempo havia coisas extraordinárias. Quando o Benfica jogava, punhamos os altifalantes virados para a mata e, assim, não havia ataques.

V: Parava a guerra?

ALA: Parava a guerra. Até o MPLA era do Benfica. Era uma sensação ainda mais estranha porque não faz sentido estarmos zangados com pessoas que são do mesmo clube que nós. O Benfica foi, de facto, o melhor protector da guerra. E nada disto acontecia com os jogos do Porto e do Sporting, coisa que aborrecia o capitão e alguns alferes mais bem nascidos. Eu até percebo que se dispare contra um sócio do Porto, mas agora contra um do Benfica?

V: Não vou pôr isso na entrevista...

ALA: Pode pôr. Pode pôr. Faz algum sentido dar um tiro num sócio do Benfica?
fonte:ASERRA

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

A VIDA EM AZULEJO



Obs:Tive alguma dificuldade e tirar as fotos aos paineis de azulejo.

As lavadeiras do Mondego, painel situado no ISCAL em Lisboa

terça-feira, 1 de setembro de 2009

O FIM ÚLTIMO DA VIDA NÃO É A EXCELÊNCIA.........


"Não tenho filhos e tremo só de pensar. Os exemplos que vejo em volta não aconselham temeridades. Hordas de amigos constituem as respectivas proles e, apesar da benesse, não levam vidas descansadas. Pelo contrário: estão invariavelmente mergulhados numa angústia e numa ansiedade de contornos particularmente patológicos. Percebo porquê. Há cem ou duzentos anos, a vida dependia do berço, da posição social e da fortuna familiar. Hoje, não. A criança nasce, não numa família mas numa pista de atletismo, com as barreiras da praxe: jardim-escola aos três, natação aos quatro, lições de piano aos cinco, escola aos seis, e um exército de professores, explicadores, educadores e psicólogos, como se a criança fosse um potro de competição.

Eis a ideologia criminosa que se instalou definitivamente nas sociedades modernas: a vida não é para ser vivida - mas construída com sucessos pessoais e profissionais, uns atrás dos outros, em progressão geométrica para o infinito. É preciso o emprego de sonho, a casa de sonho, o maridinho de sonho, os amigos de sonho, as férias de sonho, os restaurantes de sonho.

Não admira que, até 2020, um terço da população mundial esteja a mamar forte no Prozac. É a velha história da cenoura e do burro: quanto mais temos, mais queremos. Quanto mais queremos, mais desesperamos. A meritocracia gera uma insatisfação insaciável que acabará por arrasar o mais leve traço de humanidade. O que não deixa de ser uma lástima.

Se as pessoas voltassem a ler os clássicos, sobretudo Montaigne, saberiam que o fim último da vida não é a excelência, mas sim a felicidade!


autor:João Pereira Coutinho, jornalista
Bloguei porque o acho excelente.vale a pena ler

sábado, 29 de agosto de 2009

12º ENCONTRO DO BATALHÃO DE CAVALARIA 8322/74


Olá Amigos Para manter acesas as vivências, as memórias e (Re)encontrar amigos perdidos, voltamos de novo ao vosso contacto para anunciar a realização do: 12º ENCONTRO DO BATALHÃO DE CAVALARIA 8322 / 74 MORA Sábado - 03 de OUTUBRO DE 2009 PROGRAMAA Partir das 10H30 – Concentração no FLUVIÁRIO, onde terá lugar uma visita 13H00 – Almoço, com animação musical, no Restaurante “QUINTA SANTO ANTÓNIO” em Mora Estamos apostados em aproximar todos os que fizeram parte do Bat.Cav. 8322, por isso passa o testemunho aos teus conhecidos, sensibiliza os indecisos e dá-nos a alegria da tua amizade e companhia. PREÇO POR PESSOA:…………… 27.50 € A confirmação do número de pessoas deve ser feita até ao dia 27 de Setembro de 2009 para: José Vinagre 932 679 535 José Paulino 917 243 343 219 589 152paulino@anibalnunes.pt Nota: O José Biléu e o Lino Pinto também fazem parte da Organização do encontro, mas por uma questão de disponibilidade só se indica os números do José Vinagre e do José Paulino. Mais informações e fotos em www.saurimo.blogspot.com

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

O PORQUÊ DE SER UM SENHOR




Para a consagração ser total só lhe faltou treinar o Benfica.
Mas foi um grande homem do futebol, dos poucos que restam da "old school".

Descanse em paz Sir...
fonte:ASerra

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

ONDAS DO PASSADO...Assim pensaste assim aconteceu !9º


Rebentam de tal forma que massacram -nos castigam -nos interrompem-nos o caminho percorridos numa luta contra marés e tempestades ,vencidas com velas de pureza e coragem.
São traiçoeiras,mudam de direcção a todo momento ,não sabemos se virão de proa ou de ré.
Precisamos de mais braçadas e temos que ter a consciência e cerrando os dentes afastarmos.nos . para chegarmos ao mar da tranquilidade e uma praia serena, para aproveitar os raios de sol que ainda nos restam .
Vou estender a toalha e abrir o chapéu ,tranquilizar-me esperar o momento para que que o lugar dê para dois, para voltar a dar mais braçadas e em mar chão..... confiando que as ondas rebentem na mesma direcção preferível que sejam pela proa.
Estarei eu em condições físicas para tal odisseia..... vou estar !?

ATÉ PELO CHEIRO OS CONHEÇO........!


Nada mas mesmo nada que pudesse identificar , mesmo se o quizessemos esconder a rapaziada ate pelo cheiro os conheciam.
Isto passa-se em CATETE os sargentos e oficiais milicianos partilhavam da mesmo edifício onde se encontrava o bar e o refeitório.
Meu amigo Zé Frade ficou como impedido à messe do graduados,portanto estava sempre em convivência connosco,tinha pois um quarto mesmo ao pé de meu .
Zé o que é o almoço , arroz com peixe frito e o jantar ,peixe frito com arroz e o almoço de amanhã peixe frito com massa ,porra Zé não tens para aí um bifinho!?
O prazer que nos dava após tão repastas refeições era o cafezinho e um Wisque ,com a respectiva cigarrada .
Claro que o tabaco de Angola não saberia nem teria o mesmo gosto que este nosso da tabaqueira .
Todos se levantavam dos seu lugares e inalavam esse aroma que se espalhava por toda a sala.
Quem anda a fumar tabaco de Portugal onde esta o privilegiado!? quem anda a fazer contrabando ?
Discretamente saboreando a delicia ,estava com um pouco da gozo a esfumaçar um bom SG Gigante. resultado desta afronta lá se esvaziava todo o maço .amigos e camaradas partilham a dor e o prazer.
Este tabaco era oriundo de Portugal enviado pelos pais do meu amigo Zé Frade que tinha o bom senso de não fumar . Quem usufruía com os cigarritos era o Furriel Piteira.
Marcam-nos estes momentos de felicidade.

terça-feira, 25 de agosto de 2009

ANEDOTA DO DIA ;alguma actualidade..!


Um homem passa pela porta do plenário da Assembleia da República e ouve uma gritaria que saía de dentro "Filho da Puta, Ladrão, Salafrário, Assassino, Traficante, Mentiroso,Pedófilo, Vagabundo, Sem Vergonha, Trafulha, Preguiçoso de Merda,Vendido, Usurário, Foragido à Justiça, Oportunista, Engana Incautos,Assaltante do Povo... Assustado, o homem pergunta ao segurança parado na porta: "O que esta acontecendo ai dentro? Estão brigando?! "Não", responde o segurança. "Para mim estão fazendo a chamada para saber se falta alguém".
E o BURRO sou EU !???

MADEIRA

sábado, 22 de agosto de 2009

FICHEIROS SECRETOS !? OU NÃO. (C)



Uma vez mais e em horário pós laboral e com alguma curiosidade , ansiosamente consultei a Letra C ,logo assim que abri o ficheiro encontrei o CORAÇÃO, registos:órgão que mantém a vida pulsando e batimentos regulares ,bobeando o sangue para as artérias, não sente ,não cheira, não vê ,não tem paladar ,não se apaixona ,não se entristece , não pensa,não sente saudade é apenas um órgão que o cérebro comanda e lhes envia todas as emoções.
Mais umas fichas à frente encontrei o CERÉBRO, registo: o poder de pensar,racional, emotivo, apaixona-se sente a saudade a nostalgia,cria imagens fenómenos sente desejo,cria sonhos ,rompe barreira ,soma subtrai , multiplica ,divide,lá e que está a beleza, a pobreza ,a riqueza, bebe come ,olha ,ouve, a disponibilidade de aceitar ou não transformações.
Obs: O ´que mais capacidade tem é aquele que não precisa de correntes de opinião de alienações, de influencias, de dogmas,correntes alternativas de velhas sabedorias,pensa, faz, executa.

SER FELIZ OU TER RAZÃO !





" SER FELIZ OU TER RAZÃO ? "

Para reflexão...
Oito da noite, numa avenida movimentada.

Um casal já está atrasado para jantar na casa de uns amigos. O endereço é novo e ela consultou no mapa antes de sair. Ele conduz o carro. Ela orienta e pede para que vire, na próxima rua, à esquerda. Ele tem certeza de que é à direita. Discutem. Percebendo que além de atrasados, poderiam ficar chateados, ela deixa que ele decida. Ele vira à direita e percebe, então, que estava errado. Embora com dificuldade, admite que insistiu no caminho errado, enquanto faz o retorno. Ela sorri e diz que não há nenhum problema se chegarem alguns minutos atrasados. Mas ele ainda quer saber: - Se tinhas tanta certeza de que eu estava a ir pelo caminho errado, devias ter insistido um pouco mais... E ela diz: - Entre ter razão e ser feliz, prefiro ser feliz... Estávamos à beira de uma discussão, se eu insistisse mais, teríamos estragado a noite!




MORAL DA HISTÓRIA:

Esta pequena história foi contada por uma empresária, durante uma palestra sobre simplicidade no mundo do trabalho. Ela usou a cena para ilustrar quanta energia nós gastamos apenas para demonstrar que temos razão, independentemente, de tê-la ou não. Desde então, tenho me perguntado com mais freqüência: 'Quero ser feliz ou ter razão?'

Outro pensamento parecido, diz o seguinte: 'Nunca te justifiques. Os amigos não precisam e os inimigos não acreditam.



Eu já decidi... EU QUERO SER FELIZ e tu?



'Nunca te justifiques. Os amigos não precisam e os inimigos não acreditam…!!!"

Eu preferiria ser feliz, mesmo com a razão ........

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

O BANHO A SECO E MEDITAÇÃO!!!



No pingo,pingo do raro liquido,esperava pelo menos que as ramelas dos olhos ficassem limpas, porque o resto era uma lavagem a seco.
Estaríamos nesta altura tediosos de nada fazer e esperar que nada nos tocasse ás NT ,jogava-se a lerpa para gastar o dinheiro, caso tivéssemos o azar de ganhar ,de nada nos valia tê-lo.
Pensar em quê !? No Puto que estava a 10.0000 kms ,ou nas migas com carne de porco nas açordas com sardinhas,no gaspacho ,nas reais bebedeiras do néctar alentejano.
Procurava aqui neste local, meditar as transformações que se tinham efectuado no meu ser.. já que o tempo era de espera.
Lavar os meu sentidos encrostados de egoísmo do ser humano. a um passo da paz e recuaram uns quantos.
Para quê uma toalha de banho qualquer toalhete dava para limpar o sofrimento de inocentes.
Deixo as imagens para mim ,vi e recordo.

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

FICHEIROS SECRETOS !? OU NÃO. (B)


Mais uma consulta aos nossos rudes ficheiros,folheando as fichas encontrei :
Burrice,registos : transporte de outros "burros" ser apelidado de burro,mais inteligente dos seres ,dócil, dá um par de coices a quem lhe fizer perder a paciência
muito para alem dos limites,trabalhador incansável,teimoso, sociável,tímido, corajoso, demasiado permissivo, terapeuta, musico , palhaço,pouco importante .(animal em vias de extinção)
Continuando as folhear encontrei Beleza,registos: maior que tu ,nada parecido contigo,aproveitar a burrice ,podendo ser muito subjectivo dependendo do gosto e há cada gosto,não constroi ,já encontra construído.Mais umas fichas e encontrei o Bem, registo : a procura incessante de agradar.o primeiro passo,ver os outros pela mesma bitola, "beber um copo mesmo sem vontade"
armazenar ilusões , ceifar o joio ,vestir a camisola suada, esquecer palavras e as acções, espírito de missão, engolir o vomito.
Obs:estas consultas são feitas em período, pós-laboral,ainda não estão informatizadas.

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

NOTA POLITICA


Há alturas na vida que temos que admirar a persistência de um partido ou de uma pessoa que eu conheço bem.
Fomos amigos na juventude, encontramo-nos mais tarde aqui por Lisboa a apesar de não ser da minha cor politica é alguem que admiro.
O candidato pela CDU a Câmara Municipal de Sousel.
Um Abraço amigo ÁLVARO
Acima de qualquer suspeita sou e hei-de ser democrata,prezo a liberdade de expressão não sirvo interesses e sou coerente face a liberdade conquistada !

domingo, 16 de agosto de 2009

FICHEIROS SECRETOS !? OU NÃO. (A)



Nada de chips ou dados informáticos ,simplesmente aqueles rudimentares existentes nas repartições ou escritórios .
Vou ao A de AMOR, registo : enganos sucessivos ,linhas paralelas até ao infinito sem um encontro sequer, rótulos da sociedade,dois seres que se juntam para procriar,complexos desentendimentos ,conveniências para sobreviverem ,duas pontas da mesma corda que se estica , as rosas que não te dou .o sacrifício e quem acredita em utopias que é só um , a soma de dois subtraindo as vontade de cada , o beijo dado mas não recebido, a esterelidade das gestos,o valor ultrapassado , a vaidade exposta ,a pieguice dos tótós,o labirinto de uma vida .
Obs: é preciso ter cuidado e nunca digas nunca.
Puxei o ficheiro e bem lá mais ao fundo no A,claro a AMIZADE ,registos:uma fogueira sempre em combustão, o tempo de espera , altruísmo na acção ,tolerância no procedimentos, espera-se não se apressa ,´sem traições.sem promessas,o acordo mesmo em desacordo é para irmos já lá devíamos de estar,se cairmos ajudam a levantar.
se bebemos um copo será a garrafa inteira, se corremos esperamos
Obs:não é para todos é só para alguns

sexta-feira, 14 de agosto de 2009

ACONTECEU NESTE DIA 14 AGOSTO



Tinhamos lá ALENTEJANOS em Aljubarrota .

EMPREGO GARANTIDO.....!


Eu acrescentaria a licenciatura no currículo,valoriza -se a experiência , quanto mais anos de profissão melhor ..... " por esta leva é o que nos espera"